O PRIMEIRO TRAMPO A GENTE NUNCA ESQUECE…..

¢σмє¢єι α тяαмραя мυιтσ ¢є∂σ. ¢σм 13 αησѕ נá єѕтανα ƒαzєη∂σ ∂αтιℓσgяαƒια, є ¢σм 14 ¢σмє¢єι α тяαмραя…. αρяєη∂ι ∂єѕ∂є ρєqυєηα, qυє ηα∂α ¢αι ∂σ ¢éυ, ѕє ν¢ qυєя αℓgυмα ¢σιѕα, ν¢ тєм qυє вαтαℓнαя є ¢σяяєя αтяαѕ, ηãσ é ѕó ρєℓσ ∂ιηнєιяσ, мαѕ ρσяqυє тυ∂σ qυє ν¢ ¢σηѕєgυє ¢σм ѕα¢яιƒí¢ισ, ¢σм тяαвαℓнσ є єѕƒσяçσ, ν¢ ∂á мαιѕ ναℓσя. ●

O primeiro trampo a gente nunca se esquece…..
Me lembro como se fosse hoje, as tardes que passava na datilografia …com 13 anos.
Nem sempre, fui disciplinada. Dei muito trabalho para os meus pais, ah…e sempre peço
desconto, por causa do signo de escorpião, mas na verdade, toda adolescente é um pouco
aborrecente.
A mudança aconteceu mesmo entre os 13 e 14 anos….comecei a fazer datilografia,
e logo o meu tio João, me arrumou um emprego como auxiliar de escritório.
No começo chorei um pouco, porque em todo lugar, mas em todo lugar mesmo, tem alguém
disposta a puxar o seu tapete, ou por inveja, ou por maldade mesmo.
Mas não desisti, fiz outras amigas e até passei para auxiliar de cobrança e digitadora.
Meu primeiro salário, foi para comprar um tênis….
Logo depois fui para o Japão…..fiquei alguns anos lá, e quando retornei….acreditem
se quiser, o meu ex chefe me chamou para trabalhar novamente com eles.
como diz o ditado: O BOM FILHO A CASA RETORNA..
Mas a “SINDROME DO REGRESSO AO JAPÃO”, falou mais alto…e retornei novamente para o Japão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s